Lisboa, 2009.

07Jan09

Lamento o número de dias sem escrever, mas estava, mais uma vez, à espera de fotos! E o que seria deste blog sem fotos parvas?..

Bom, comecemos por relatar Lisboa. Lá fui, dia 15, às 6h da manhã num comboio para Génova e depois outro para Milão para poder apanhar o avião a tempo. Os comboios atrasaram-se horas e eu cheguei mesmo a dizer ao telefone à Marta que ia perder o avião e que possivelmente ia ficar a dormir em Milão, enfim. Mas felizmente fui com umas horas de avanço e, mesmo com os imprevistos, cheguei mesmo na hora certa ao aeroporto. Lá fui (com a Martinha, que está em Bolonha com a Marta. Erasmus é um mundo, ’tá visto) e, mal cheguei ao aeroporto de Lisboa, a primeira reacção que tive foi da minha querida irmã, que disse que eu parecia um Bulldog de tão gorda que a minha cara estava. Sempre lovely. Abracei a mãe, mal vi o pai (ai ai ai!) e fui para casa. Soube-me bem vê-la outra vez. O meu verdadeiro quarto. O chão em madeira e não em pedra fria. A cozinha limpíssima, a sala grande com sofá e televisão (coisa que não me cheguei a habituar a ver, já que não usava uma há três meses). A GATA! O meu amorzinho, lá estava ela gorda como sempre ! 🙂 Duas semanas deram para receber miminhos da mãe, cantar as (sempre as mesmas) músicas parvas com o pai. Atrofiar com a irmã e o Jerome. Ir ver a avó. Ter vários almoços, lanches, jantares de família que gosto taaanto 🙂 Guiar! E que mito era aquele de se esquecer como se guia? 3 meses passaram e eu estou exactamente na mesma, de volta à carrinha familiar cinzenta! Vi o projecto para a nossa nova cozinha – e gostei 😀 Matei saudades da comidinha que mais me faltava em Itália (sim, mesmo apesar da frase que mais tenha ouvido tenha sido “ah! estás gorda!”): cerelac, croquetes, pão de ló, os panados e arroz chao-chao do pinguim, mcflurry de corneto de morango. Nhaaaami. Não se preocupem, já estou em dieta. Pelo menos a tentar.

( fotos de Lisboa 🙂 )
Continuando: os amigos! O bairro alto (que morreu com a nova lei de fechar às 2h. A sério, não podia ter ficado mais deprimida.), a Baixa, o Tejo, os cafés e o metro de Telheiras, até mesmo o Colombo cheeeeio de gente a fazer compras de Natal – normalmente odiaria, mas peço desculpa, até disso tinha saudades.

 

Ir embora foi fácil por ir com a Ana e Sofia. E por os meus pais já estarem em Marrocos, por isso não houve aquele momento um pouco triste de dizer adeus no aeroporto. Chegámos a Milão. Não tínhamos exactamente sítio onde dormir, a ideia era dormir no aeroporto, mas felizmente uma rapariga que está em Milão a fazer Erasmus deu-nos abrigo (repito: é um mundo). Éramos 6 raparigas lá em casa. Ela fez-nos a tour de Milão no dia seguinte e depois seguimos para Pádova para encontrar a Teresa, Maria, Kate e Sara!

(foto à japonesa em Milão)(eu e a Annie em Milão) (já com elas na casa da Teresa em Pádova!)


Dormimos lá e no dia seguinte partimos para Bolonha onde nos iríamos encontrar com as raparigas com quem estivémos em Milão (uma delas é a Joana, que eu já conhecia, foi para Moçambique com a Teresa. Grande confusão, I know!). Passámos lá a passagem-de-ano! 🙂 Jantámos em casa da Joana e depois fomos para a praça que estava cheia e havia um lobo gigante a ser queimado – acho que representa as coisas más de 2008! Foi muito giro 🙂

No dia seguinte ainda deu tempo de fazer um tourzinho de Bolonha (para quem ainda não tinha visto, eu cá já começo a ser regular na cidade :P).

À noite voltei para Pisa. A casa está vazia e eu preciso de estudar. Não é o melhor dos ambientes, mas oh well, época de exames não poderá ser outra coisa. Mas estou a ansiar pelo dia em que voltam todos, que isto de viver numa casa de 7 pessoas que agora está vazia é meio estranho.

Bom, beijinhos a todos! 🙂

 PS: Umas partes estão escritas em tamanho normal e outras estão minúsculas, eu não sei o que se passa, I’m sorry!

 

Anúncios

Ritornare

14Dez08

 

n739285952_1608949_4438

No dia em que fazem exactamente três meses que vim, volto a Portugal para o Natal. Vai ser estranho voltar por me sentir já tão ambientada por aqui, por ter construído novos hábitos e rotinas e por já ter tão bons amigos. Mas sei que me vai saber bem rever as pessoas e a vida que tinha em Lisboa. Tenho muita vontade! 😀 Pequeno aparte: o meu pai mandou mensagem a dizer que estão neste momento a comer bitoque porque a minha irmã tinha saudades (já voltou de Inglaterra). Também eu tenho.

Enfim, beijinhos e até já (é o que posso dizer tanto aos daí como aos de cá)*

imgp1335
(Preparem-se porque engordei uns quilinhos. É Itália, give me a break.)


Não estou com paciência nem tempo para escrever. Primeiras fotos de Pisa, as outras de Bolonha. É tão bom rever 🙂
Beijinhos a todos


Olá olá!
Venho aqui actualizar os últimos dias 🙂 Como tinha dito, quinta-feira ia haver festa na casa dois espanhóis (Esther, Pilar e Chema). A combinação era estar lá por volta das 22.30. No entanto, pouco antes do jantar, recebemos um telefonema a convidarem-nos para um jantar em casa de uns italianos (Samuele, que fez erasmus no Porto, e Vicenzo). Aceitámos logo e lá fomos. Portugueses, espanhóis e italianos comeram uma pasta óóóóptima, conversaram e mais tarde foram todos para casa dos espanhóis. Chegámos bem atrasados e todos diziam “então? já estávamos à vossa espera há imenso tempo!”. Mais convívio! A casa é óptima porque não tem vizinhos, só lojas, então estava lá imensa gente 🙂 Mais tarde alguns foram para a discoteca, mas eu cá fiquei cá fora a conversar com os que, como eu, não gostam lá muito de discotecas. Foi muito giro 🙂








Entretanto no dia seguinte lá fomos nós para Siena (eu, Filipa, Hugo e Bruno). Fomos para casa de umas amigas da Filipa que cá tinham estado no fim-de-semana anterior: duas Ineses e uma Ana! Já tinha passado em Siena no Interrail, mas só uma tarde e queria ver melhor! Passeámos pelas ruazinhas tão bonitas – eu e a Filipa decidimos (mais uma vez) aparvalhar e andar a representar o Natal 😛 (podem ver nas fotos!). Fomos a duas festas – gostei mesmo da de ontem, tinha música parva e as pessoas dançavam de uma maneira hilariante – vejam no vídeo (se funcionar).




A Madalena e o Tandela já estão em Génova! 😀 Mas acho que só os vejo no fim-de-semana em Bolonha. A Rato também vem aí (na quinta!) 🙂 Baci!

PS: Assunto da bicicleta resolvido: cheguei e ela já não estava onde a tinha deixado. Roubada? Levada pelos Carabinieri para devolver ao assassino? :\


Scary movie.

20Nov08

Ora então, o que se passou foi o seguinte: Cá em Pisa toda a gente rouba bicicletas. As pessoas nem se sentem mal de tão normal que é. Andar com um alicate gigante e cortar os cadeados das bicicletas, pintá-las de outra cor e já está. Entretanto a que já é roubada é roubada por outros, etc, sempre assim.

Não, não roubei a minha bicicleta. Se bem se lembram, ela foi-me dada pelos espanhóis. Não, eles não a roubaram. Pelo que dizem, encontraram-na sem cadeado nem nada perto da estação e limitaram-se a trazê-la com eles e darem-ma. Então onde é que eu quero chegar com esta história toda?
Estava eu a ir buscar a minha bicicleta quando vi um papelinho no cesto. A Filipa já o tinha visto da janela e dizia ser de um admirador secreto. Não era. Leiam o recadinho aqui de baixo.
Achei estranho, fiquei meia intrigada mas decidi não fazer nada (rimou, ahah). Passados dois dias, outro papel no cestinho:

E pronto, estou assustada. Que faço eu? Telefonar e marcar um encontro para devolver a bicicleta é verdadeiramente ridículo. Os espanhóis disseram para deixar um recado no cestinho a dizer que não a roubei, que estava “à solta” na estação. Mas também não deixa de ser meio surreal comunicar com uma pessoa desconhecidíssima através do cesto da minha bicicleta.
Não faço nada outra vez? Dêem-me conselhos, que eu já nem consigo ir buscar a bicicleta sem imaginar um homem (deve ser uma mulher, por ser cor-de-rosa) a sair de trás dos arbustos para me matar como vingança de lhe ter tirado o seu querido meio de transporte. :\

Baci.

PS: Fora esta situação de “I know what you did last month”, está tudo na mesma! Tenho estudado, amanhã há festa em casa das espanholas, eu e a Filipa vamos passar o fim-de-semana a Siena e depois vou a Génova e a Bolonha!

… tive saudades da minha cerelac!

 

ceralac_l

 

Tenho a dizer que me aguentei muito bem para quem comia pelo menos duas tigelas cheias por dia.

Tenho também a dizer: PARABÉNS, PAPI! :D*


Holanda, Roma.

10Nov08
Ciao!
Cá estou eu de novo com muitas fotozinhas 😛
Ora então, tinha dito que ia haver festa em nossa casa no dia 28 de Outubro. O motivo foi, supostamente, o facto de a Teresinha vir cá (para apanharmos juntas o vôo para a Holanda) e portanto haver a oportunidade de ela conhecer as pessoas de cá. Não foi de todo organizada, na verdade foi espalhada a combinação meio ao acaso, fomos dizendo que nos encontrávamos em nossa casa da Terça-Feira, mas nada de muito oficial.
Chovia muito e já achávamos que não ia aparecer ninguém. No entanto, de alguma maneira inexplicável, às 23h a campainha começou a tocar e nunca mais parou. Esteve cá mesmo muita gente: portugueses, alemães, ingleses, italianos, espanhóis, etc! Acho que toda a gente se divertiu e foi bom ver como a Teresa se deu tão bem com todos! 😀



No dia seguinte lá fomos nós para a Holanda! Aterrámos em Bruxelas por causa de problemas técnicos do avião (nós estávamos com tanto sono que não nos preocupámos nem um pouco, na verdade) e, depois de andarmos 3h num autocarro da Ryanair até Eindhoven, encontrámos as nossas meninas: A Teresa e a Ana! 😀 Foi uma semana óptima que deu tão bem para matar saudades. Amesterdão e Nijmegen. Passeámos, rimos, conhecemos os amigos tanto da Luiza como da Teresa, vimos filmes enroladas em cobertores, acompanhámos a Teresa Rato a fazer um piercing na língua (è vero, è vero), comemos mil nuggets e pães com Nutella (ai ai ai), fizemos planos e mais planos, enfim. É sempre tão bom estar com vocês! 😀

Reencontro com a minha T.

Nijmegen!

Nervosas com o piercing da Teresa.

Preparar para uma noite de filmes. De volta a Pisa, pouco tempo fiquei porque logo depois fui para Roma. Lá ia haver o ICE08 – Incontro Culturale Erasmus! Revi a cidade (já tinha passado no Interrail) com os Erasmus de Pisa, conheci bastantes pessoas tanto de Pisa como de outras cidades (ficou prometida uma visita a Palermo, dará?), tirei mais mil fotos parvas (já é tradição, peço imensa desculpa!), vi o Papa a dar uma missa (só 20 minutos?), etc. Fiquei com vontade de voltar, até porque não deu tempo de me encontrar com a Sara!

Erasmus de Pisa.

Fontana de Trevi.

A olhar para o Vaticano!

O Papa! ^^

Erasmus de Palermo! Espanholas de Pisa 🙂

O cão mais querido que vi nos últimos tempos!

Adicionar imagemBallet (?) no Coliseu. Espanhóis e mais espanhóis.

Agora estou de volta a Pisa (de novo. Quantas vezes é que já disse isto?) e tenho de começar a estudar bem porque tenho exames já em Dezembro!

Um beijinho a todos!

 
PS: Volto dia 15 de Dezembro a Lisboa e venho passar a passagem de ano a Itália com elas todas: Bolonha ou Roma?

PS2: OBAMA!! Fiquei incrédula e histérica, tão orgulhosa de estar a presenciar um momento tão importante na história! 😀

imgp04371



  • mês a mês

  • estatísticas do blog

    • 17,901 pessoazinhas curiosas
  • Categorias