Fine.

09Mar09

Pronta para escrever, faz hoje uma semana que voltei para Lisboa.

Começando por descrever os últimos dias:

– Passei a todos os exames (foram 6 ao todo, aaaargh)! O último (aquele que eu tinha pedido para ser adiado e ficou para dia 23) foi particularmente difícil – não tanto pela matéria, mas mais porque estavam todos no carnaval em Veneza e eu tive de ficar sozinha em casa a estudar. Total desespero. Mas pronto, vá lá, passei com um 26 e fiquei feliz : )

– Fui no dia seguinte ao exame ter com a Madalena a Perugia! Queria vê-la antes de ir embora e também conhecer a cidade e a casa dela! Gostei muito do facto de estar mesmo no meio das montanhas : D A casa é linda, muito moderna mas bem central e tem um belo dum jardim interior perfeito para festas quando o tempo estiver melhor! Um grande beijinho para a minha Maddie, loved it : D Por mais meses que estejamos separadas, quando estamos juntas é sempre igual : ) E isso é mesmo reconfortante! Já que não tenho fotos da minha ida lá, fica pelo menos uma da cidade para quem desconhece:


– No dia seguinte, entre papelada que eu tinha de tratar, ainda fui com a Filipa ver cavalos. “oi?!”, pensam vocês. Pois, erasmus é imprevisível. Nós tínhamos conhecido um indiano há meses (tipo em Novembro ou assim) que dizia trabalhar num estábulo em Pisa. Deu-nos o número dele para ligarmos quando quiséssemos ver onde ele trabalha. Sempre gozámos a dizer que íamos telefonar ao Dan (como ele se chamava) e decidimos mesmo fazê-lo num dos meus últimos dias. Surreal. : P

– Entretanto os meus pais vieram visitar-me! Aterraram em Milão e andaram por lá no primeiro dia à tarde, chegaram a Pisa já de noite. Foi bom vê-los de novo e mostrar-lhes Pisa! Já lá tinham estado há uns bons anos atrás, mas ao que parece só tinham visto a torre. E porque Pisa NÃO É SÓ A TORRE, andei a mostrar-lhes as ruazinhas que eu mais gosto! A minha mãe ficou especialmente impressionada com a Piazza dei Cavalieri ^^ No dia seguinte fomos os três cedinho (pois é, dormi para aí uma hora porque tinha ido sair na noite anterior, está claro.) para Bolonha! Mostrei-lhes a Cidade (adoraram, claro!) e pus a conversa em dia com a Marta (que como é óbvio veio ter comigo!) : D Vi a casa dela mais uma vez (God, mas quantas vezes é que já lá fui? : P), passeámos, rimos. E ainda encontrei o Chris em Bolonha, qual era a probabilidade?! Ao que parece, estava lá a visitar um amigo. Ao final do dia, voltei com os meus pais para Pisa – “até daqui a 5 meses…”, disse à Marta na estação de comboios :\ – onde lhes mostrei finalmente a minha casa (na noite anterior não dava porque havia lá uma festa de espanhóis! : P). Nunca imaginei os meus pais na minha casa em Pisa, meio estranho, mas gostei de mostrar onde vivi 5 meses! : ) Fomos entretanto jantar os três com a Filipa a um restaurante lá ao pé. A minha mãe tentou arrancar-lhe informações e ela acabou por contar várias histórias, hahaha, desbocada.
Nessa noite despedi-me das noites em Pisa. A Piazza Garibaldi, o Milibar, o Borderline, a Vettovaglie, o café do Michele (ahahaha), etc. Ai.


– No dia seguinte acordei com o Hugo, a Filipa, o Chico e o Nuno. Era o meu último dia. Arrancaram-me as fotos das paredes e obrigaram-me a fazer as malas. Fiz. Comi à pressa com a Filipa e partimos para Viareggio às 19h: é uma cidade a 20min de Pisa, junto ao mar, onde havia o último dia de Carnaval! Foram vários erasmus e estava cheeeeio de gente mascarada com música e assim : D Gostei imenso, claro, despedi-me logo de várias pessoas já que era essa a minha ultimíssima noite.


Às 5.30h tinhamos comboio para Pisa. Mais depedidas, cada vez mais difíceis. Em casa acabei de arrumar as últimas coisas e fui para a estação com quem ainda conseguia estar acordado para me acompanhar. Despedi-me do Victor e do Dani na Ponte di Mezzo. Fomos para a estação. Não fazia sentir ir embora, não agora, foi demasiado rápido, era demasiado cedo. Mais lágrimas. E o último adeus.


Ficou a promessa feita a muitos: “Si che torno!”, “Claro que volto!”, “Course I’m coming back!”. Já ando a ver vôos para Maio : )

Neste momento, continua a ser difícil. Não me sinto nem cá nem lá. No entanto, sei que vai ficar tudo bem, que só ganhei bons amigos, que nunca esquecerei todos os momentos em Itália. Perguntaram-me muitas vezes porque não fico um ano. Ficaria. Mas, por mais que custe, as fases acabam. Tenho demasiados planos e, infelizmente, Pisa não podia ser prolongada. Mas ficou, de alguma e tantas maneiras. Por tudo.


Obrigada a todos, tanto de um lado como do outro : )

*

Anúncios


3 Responses to “Fine.”

  1. 1 t

    Acho que é o mais maduro de todos o posts que já fizeste. Também o mais reflexivo.

    Vai ficar tudo bem, Ini. Só tens de arrumar Pisa na tua cabeça, voltar a pôr Lisboa como cidade principal e Pisa como secundária. Só que custa :/ *

  2. 2 madalena

    minha qerida, adorei-te ter-te ca e de mostrar-te tudo isto 🙂 apesar de tarmos quase um ano afastadas, pareceu q nao nos viamos ha 2 dias.. e bom, significa q ta tudo igual.. e agora vai passar a correr outra vez (apesar de ter tts saudades de tar ctg no bairro)
    tenho e imensa pena de ter perdido as nossas fotos :/ tinhamos umas tao giras..
    aproveita bem lisboa tambem, ocupa-te para n pensares de mais.

    e vai-me dando novidades

    muitos beijinhos

  3. 3 Manel

    Nice to have you back! 🙂 Custa, custou-te,custou-me mas é a vida.

    E nunca fui a Pisa, como tu bem dirias “É um escândalo” ;\


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: